6 de agosto de 2014   Publicado por: Garante Araribóia

Vistoria: o imóvel foi entregue em boas condições?

Antes de se mudar para o imóvel, fazer uma vistoria no imóvel é essencial; lista com defeitos deve ser repassada à imobiliária.

Mudar-se para um novo imóvel, seja comprado ou alugado, é sempre um momento de alegria para o morador. No entanto, é justamente nessa hora que você não pode se deixar levar apenas pela empolgação, pois nem sempre o prometido é o que, de fato, você receberá. Por isso, é fundamental que a vistoria do imóvel seja feita de forma crítica e bem detalhada antes da sua mudança.

É com base na vistoria que você detectará problemas no imóvel e evitará gastos desnecessários, além de incômodos no futuro. Caso o imóvel seja alugado, a vistoria também garantirá que você, quando sair do lugar, não seja cobrado por coisas que já não estavam funcionando assim que pegou as chaves.

Portanto, veja a seguir os principais pontos que você precisa verificar em um novo imóvel. Proteja-se fazendo uma vistoria minuciosa!

Portas e janelas

Verifique se todas as portas abrem e fecham adequadamente, bem como se possuem chaves. No caso de portas de madeira, veja se não estão deformadas ou apresentam focos de cupim.

As janelas também precisam ser abertas e fechadas uma a uma, pois só testando-as que você perceberá se todas as roldanas de uma persiana estão boas. As venezianas também precisam ser testadas, e uma forma de verificar se estão com encaixe perfeito nas esquadrias é: feche a janela e desligue a luz do ambiente. Se a luz externa passar pelas laterais da janela isso demonstra que ruídos e água também passarão. Por fim, olhe se as esquadrias não apresentam defeitos e, se houver vidros nas janelas, analise para ver se não estão quebrados ou trincados.

Paredes

Além da pintura, que deve ser nova, você precisa observar todas as paredes do imóvel, de cima a baixo. Não podem ser encontradas deformidades nem mesmo nos rodapés, como rachaduras, ondulações e manchas, pois estas podem indicar a presença de umidade e infiltrações no lugar.

Pisos e azulejos

Sempre que houver piso ou paredes com azulejos no imóvel, repare se não há peças faltando ou caindo, bem como se não apresentam rachaduras. Em pisos, especialmente, é importante verificar se estão bem colocados, para não se soltarem no futuro.

Parte elétrica

Em primeiro lugar, o imóvel precisa ter energia para que você veja se tudo funciona. Leve pelo menos um soquete e uma lâmpada para testar se todos os interruptores trabalham adequadamente, acendendo e apagando as luzes. Para verificação das tomadas, leve algo como um carregador de celular e confirme o funcionamento de cada uma. Por fim, o quadro de distribuição elétrica deve conter identificação em todos os disjuntores, a fim de que o morador possa desligar apenas a chave específica quando tiver necessidade.

Parte hidráulica

Tão importante quanto testar a parte elétrica é ter atenção à parte hidráulica para evitar infiltrações, vazamentos e entupimentos. Abra cada torneira abundantemente por um tempo e veja se o cano dá vazão para toda a água. Em seguida, passe a mão seca no cano e no arredor dele para ver se há umidade, o que identifica vazamentos. Note também se as torneiras fecham bem ou ficam pingando após o uso. A descarga dos vasos sanitários deve ser testada do mesmo modo e, em seguida, passe a mão seca em volta da descarga para ver se não há pingos de água.

Dicas para realizar uma boa vistoria

Não esqueça de fazer a vistoria em um dia com bastante luminosidade e, se necessário, leve uma lanterna extra, pois há defeitos que só são detectados em muita luz. Também atente à metragem do lugar, confirmando por meio de uma trena se o tamanho dos cômodos são, de fato, o que informaram para você.

Caso encontre problemas nesta vistoria, registre tudo com fotos e faça uma solicitação por escrito à construtora ou imobiliária. Você tem o prazo de 90 dias para fazer esse documento, e os reparos devem ser feitos pelos responsáveis no máximo em 30 dias. Mesmo assim, há alguns defeitos que você muitas vezes não consegue identificar a olho nu, como infiltrações e um piso mal assentado. Nesses casos, irá descobrir na prática o que precisa de reparo e tem até 1 ano para informar, também por escrito, aos responsáveis, que devem resolver o problema.

Fique atento a cada um desses detalhes para garantir o fechamento de um bom negócio!

Fonte: ImovelWeb

sem comentários publicado em: Notícias
Não há palavras-chave associadas com este artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>