27 de fevereiro de 2014   Publicado por: Garante Araribóia

Veja dicas para não errar na hora de reformar sua casa

O momento de reformar a casa ou apartamento requer paciência e planejamento. As necessidades da obra precisam ser bem pensadas, mas a falta de tempo e dinheiro podem fazer com que as coisas não saiam da melhor maneira.

De acordo com a designer de interiores, Marilia Veiga, o mais correto é pensar de uma forma mais ampla, do começo da reforma até a decoração final. Muitas pessoas acabam contratando um pedreiro e tomam decisões de forma aleatória no decorrer da obra.

A primeira dica importante é contratar um profissional especializado. “Contrate empresa especializada em reformas, que ao menos tenha um engenheiro e que assine a responsabilidade técnica de execução para ter garantias”, alerta Marilia.

O ideal é fazer um projeto com preço fechado incluindo mão de obra, material e prazo de entrega determinado. É recomendado que tenha um contrato de prestação de serviços com descrição. Muitas vezes a última parcela de pagamento está atrelada a entrega final.

Já os arquitetos Érika Linardi e Luiz Marcon dizem que o maior problema para realizar uma obra em apartamento é quando se encontra um pé direito baixo. Por isso, a instalação de gesso rebaixado fica inviável, pois diminui a amplitude do ambiente.

“A quantidade de revestimentos precisa ser calculada com uma folga para recortes e sobras. Muitas vezes quando não respeitamos a margem de 15%, faltam peças”, afirmam os arquitetos.

Hoje as empresas costumam construir prédios com apartamentos menores. Com isso, a ideia de quebrar paredes surge na cabeça das famílias. E isso pode ser uma boa alternativa para ter uma qualidade de vida melhor.

“Na minha opinião, as pessoas tem que moldar o imóvel a sua forma de viver. Se for o caso, refaça a parede na hora de vender, mas não passe três anos vivendo num imóvel limitado por essa situação. O nosso dia a dia é a coisa mais importante que temos. Nossa casa tem que ser aproveitada ao máximo”, sugere Marília.

Outro erro comum é a falta de reparos no imóvel. “A manutenção do apartamento precisa ser feita a cada três anos. O ideal na hora de vender um imóvel é deixa-lo com uma boa aparência e bom funcionamento. Andares mais altos sofrem com rachaduras devido a movimentação e acomodação do edifício”, diz Luiz.

Decoração

A parte decorativa do imóvel também entra em questão durante uma obra. Na opinião de Marilia, a falta de proporção entre os móveis se torna um problema grave. “Tem muita gente que compra o mobiliário apenas pelo preço, mas o móvel acaba ficando grande ou pequeno no ambiente”, alerta a designer de interiores.

Outro erro que pode comprometer o visual da casa é a iluminação, que é importante para dar vida ao espaço. A decoração precisa estar em harmonia com a casa e tudo deve ser pensado em conjunto, que inclui o revestimento, cor da parede, tecidos, papel de parede e objetos decorativos.

“A iluminação, por exemplo, tem que estar de acordo com a disposição do mobiliário. Então, não adianta fazer os pontos de luz sem saber que tipo de móvel vai ocupar o espaço”, afirma Marilia.

As cores dificilmente desvalorizam o apartamento, mas pode ser um ponto negativo na hora da venda, caso o futuro comprador prefira cores neutras. “Se você planeja alugar ou vender o imóvel, pinte as paredes com cores claras. Além de ampliar os espaços, a pessoa visualiza melhor o ambiente”, completa Érika.

Fonte: ZAP Imóveis

sem comentários publicado em: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>