22 de maio de 2013   Publicado por: Garante Araribóia

Solidariedade sobre rodas

Solidariedade sobre rodas

Atitudes cidadãs podem ir muito além de garantir os direitos e deveres dos indivíduos. Assegurar que todos sejam tratados com igualdade, que não sofram constrangimentos e tenham suas necessidades atendidas também é um grande exemplo de cidadania, que pode ser concretizado com pequenos gestos.

Nos condomínios, por exemplo, pequenas atitudes podem fazer uma grande diferença na vida dos indivíduos que possuem limitações de locomoção, demonstrando respeito e acolhimento principalmente com deficientes e idosos que frequentam os edifícios.

Pensando nisso, Roberto Feijó, síndico Condomínio Martinho Callado Júnior, há um ano teve a ideia de adquirir uma cadeira de rodas para o prédio. Com 61 anos, Roberto tem uma vida ativa e saudável e por isso não necessita da cadeira, mas considera importante respeitar as necessidades dos outros e contribuir para facilitar a vida dos que possuem limitações físicas.

Por ser um condomínio antigo, o síndico percebeu que muitos dos moradores eram idosos e que a cadeira de rodas poderia ser útil em algumas situações. Foi então que levou a ideia para votação em assembleia e obteve a aprovação dos moradores. “Adquirimos uma cadeira básica, funcional, com capacidade para até 90 quilos, mas existem outras mais sofisticadas”, explica o síndico.

solidariedade sobre rodasA cadeira, que fica disponível no piso térreo, já foi utilizada tanto por moradores como por visitantes, idosos e também jovens. Segundo o síndico, o único cuidado necessário no manuseio é com o limite de peso que a cadeira suporta e com os pneus, que devem ser mantidos sempre cheios. “Oriento o zelador para que mantenha sempre os pneus em ordem”, relata Roberto.

Arno Schneider é morador do edifício e no início achou um pouco estranha a ideia de ter uma cadeira de rodas na recepção, mas em seguida sua filha sofreu um acidente em que fraturou uma das vértebras e precisou utilizar o equipamento por três semanas. “No começo achei esquisito, mas quando precisamos usar vi o quanto foi válida e importante a iniciativa”, relatou o condômino.

Fonte: CondomínioSC

sem comentários publicado em: Notícias
Não há palavras-chave associadas com este artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>