9 de novembro de 2012   Publicado por: Garante Araribóia

Síndico profissional

Nova realidade urbana pede eficiência na gestão dos empreendimento

Profissionalização no segmento de Condomínios, agora  chegou a vez do Síndico

O segmento de condomínio só na região metropolitana de  São Paulo movimenta aproximadamente 3  bilhões de reais mensais  e gera mais de 250 mil empregos diretos.  Somente isso  já seria um motivo e tanto para explicar o processo de profissionalização do setor. Outro dado significativo é a crescente migração da população para moradia em condomínios fechados, principalmente  com o intuito de aumentar a sua  segurança  e de seus familiares.  E por fim, a  relevância de que muitos  imobilizam a maior parte de seu patrimônio na compra de um apartamento.

Há  mais de meio século surgiram as administradoras de condomínio, iniciando o primeiro ciclo de profissionalização do setor.  Mais recentemente vimos a transformação de “zeladores quebra-galho” para profissionais preparados e “porteiros aperta-botão” para controladores de acesso qualificados para identificar ações suspeitas. Se esta realidade não contempla todos os condomínios do país, um numeroso e crescente contingente  já passou por esse processo, principalmente nos maiores centros urbanos.

Porém não basta ter um ótimo barco, com ótimos marujos, se seu comandante não sabe que direção seguir. O síndico é a figura principal   neste contexto, pois só este pode agir em nome de sua comunidade, levando-os a navegar por águas calmas ou ao naufrágio.

Exemplificando o significado lúdico de naufragar um condomínio, este pode ocorrer em forma de decisões erradas  que levam-no a provocar ações trabalhistas,  depreciar o patrimônio, ou em vulnerabilizar sua segurança, dentre outras tantas. Muitas vezes esse prejuízos, que se acumulam, só aparecem tempos depois.

Há alguns anos atrás a figura de síndico se distinguia por senhores  ou senhoras  aposentados(as) que tinham tempo disponível para dedicar-se ao condomínio. Recentemente esta figura   começou ser substituída por jovens empresários  que com seus conhecimentos administrativos colaboram para o andamento da vida condominial. O processo não parou por aí, o que estamos vivenciando atualmente é uma profissionalização do cargo, aonde já tínhamos a figura da administradora e do zelador/gerente profissionais, agora também temos o síndico como profissional.

Este síndico , se bem preparado torna o condomínio mais seguro, mais harmonioso para moradores e visitantes, diminui custos desnecessários, diminui riscos de ações judiciais e em especial valoriza o patrimônio que todos possuem no empreendimento. Porem, para tal é necessário  capacitar –se. Com esta finalidade o SindicoNet em parceria com a Gábor RH desenvolveu o Curso Online para Formação de Síndicos Profissionais, preparando assim este profissional nas diversas matérias pertinentes à função, especificas de seu cargo e suas responsabilidades . O curso é ministrado pelos principais especialistas da área, que vivenciam o dia-a-dia desse complexo e crescente segmento, transmitindo aos participantes todo seu conhecimento.

Fonte: Sindico Net

sem comentários publicado em: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>