28 de novembro de 2014   Publicado por: Garante Araribóia

Renovar entrada do prédio garante segurança

Renovar entrada do prédio garante segurança

Garantir um ambiente seguro para os condôminos deve ser uma atenção frequente aos síndicos, funcionários e, também, dos moradores. Por isso, muitos prédios estão investindo em remodelar a entrada, em busca de segurança no dia a dia, além da valorização do imóvel.

No Residencial Floradas do Parque, em Criciúma, uma alternativa para assegurar o bem-estar dos condôminos foi projetar uma nova entrada, com uma estrutura em vidro. A síndica Vera Lúcia Visintin conta que foram necessárias várias reuniões para aprovar a melhoria, em quatro anos de negociações e assembleias, desde a gestão do síndico anterior. “Não fizemos apenas por causa da beleza ou pela estética, mas sim pela segurança”, explica Vera, que está no cargo há dois anos.

Como o edifício fica numa área de bastante movimentação, na parte central da cidade, a melhor opção seria instalar uma nova porta de vidro, transformando e remodelando a fachada, já que a antiga entrada tinha pontos em que era difícil observar quem estava entrando ou saindo do residencial. A rampa para cadeirantes, inclusive, inúmeras vezes foi usada como dormitório para moradores de rua. “Tínhamos muitas dificuldades para controlar a situação, mesmo com a atuação de vigias noturnos na portaria”, lembra a síndica.

Antes e depois da reforma: mudança na entrada do prédio trouxe mais tranquilidade aos moradores

Antes e depois da reforma: mudança na entrada do prédio trouxe mais tranquilidade aos moradores

Dentro das normas

Além da nova entrada, foi preciso refazer a calçada e o muro. “Consultamos a Casan e a Prefeitura de Criciúma para adequar conforme as normas”, diz Vera, ressaltando a importância de fazer as alterações de acordo com as leis e as normas, contando com a orientação dos fiscais da prefeitura. Ao todo, foram investidos R$ 26 mil reais, incluindo neste valor a aquisição de um novo interfone, instalado na porta de vidro, a iluminação e a adaptação feita do jardim. “Também contamos com o auxílio de uma arquiteta, moradora do prédio e ótima profissional, que fez o projeto e participou de várias reuniões sobre o assunto, dando muito apoio”, diz Vera.

Outra atenção dada durante a transformação foi planejar a obra para um período de férias escolares e de veraneio. “Começamos no início do ano, em janeiro, quando muitos moradores vão para as praias. E nesse período eu preferi ficar no prédio para acompanhar de perto a chegada dos materiais e os trabalhos”, comenta. Vera também ressalta a importância de prever um cronograma e de sempre contar com a participação dos moradores, convocando-os para reuniões e assembleias. “E os trabalhos continuam, sempre há melhorias a serem feitas”, completa a síndica.

 Dicas:

• Lembre-se de que a entrada em mau estado, assim como a fachada do prédio, deprecia o valor dos imóveis. Além disso, reformas sem planejamento podem causar desacertos no padrão estético que também desvalorizam o patrimônio. Projeto e planejamento adequados garantem segurança, durabilidade e economia. Busque profissionais que irão lhe auxiliar também nesta parte.
• Conheça o histórico dos prestadores de serviço para garantir um bom trabalho e, ao contratá-los, estabeleça um cronograma, considerando possíveis adversidades, como períodos de chuva.
• Fique atento às normas e aos padrões estabelecidos. Consulte a prefeitura e instituições envolvidas.
• Planeje a melhor época do ano para fazer a reforma. Se o prédio for perto de um colégio, por exemplo, procure esperar as férias escolares.
• Convoque os condôminos para reuniões e assembleias sobre o tema. Assim, todos podem sentir-se envolvidos e participar mais ativamente do projeto, contribuindo com boas idéias.

Fonte: CondomínioSC

sem comentários publicado em: Notícias
Não há palavras-chave associadas com este artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>