28 de novembro de 2013   Publicado por: Garante Araribóia

Protestos de condômino inadimplente quase dobram em São Paulo

De janeiro a outubro deste ano, foram mais de 914 boletos de condomínios protestados

Um estudo realizado pela Lello, empresa de administração de condomínios, mostra que mais condôminos inadimplentes têm suas cotas em atraso protestadas e seus nomes inscritos em serviços de proteção ao crédito em São Paulo.

De janeiro a outubro deste ano, foram mais de 914 boletos de condomínios protestados em 1,7 mil prédios administrados pela Lello, quase o dobro dos 535 registrados no mesmo período de 2012. Em 2011, houve 408 protestos.

Cuidados

“É importante que os condomínios estabeleçam um prazo para o encaminhamento do boleto para protesto”, disse o gerente de Cobrança da Lello Condomínios, Carlos Henrique. O recomendável é que este prazo seja de 60 dias após o vencimento. “Desta forma haverá tempo hábil para a realização de cobrança amigável, que sempre é menos traumática.”

Carlos recomenda também que o condomínio proteste apenas o proprietário do apartamento, isto é, “aquele em nome do qual o imóvel está efetivamente registrado”, disse.

Antes que o protesto seja adotado, a Lello sugere sua discussão e aprovação pela assembleia de moradores, o que também contribuirá para dar publicidade ao ato junto a todos os condôminos.

A negativação por meio de protesto exige que o condomínio dê entrada no pedido em cartório, por meio de requerimento assinado pelo síndico ou pela administradora. Decorrido o prazo estabelecido o protesto é lavrado e o CPF do devedor, restringido no banco de dados oficial do poder público e nas associações particulares, a exemplo do Serasa e do SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).

Fonte: InfoMoney

sem comentários publicado em: Notícias
Não há palavras-chave associadas com este artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>