16 de julho de 2015   Publicado por: Garante Araribóia

Prevenção de acidentes domésticos com energia elétrica

Prevenção de acidentes domésticos com energia elétrica

Frequentemente alertamos sobre os riscos de acidentes e prejuízos envolvendo surtos elétricos de todos os tipos, principalmente provenientes dos raios. Mas a eletricidade, que tanto nos ajuda e praticamente define o estilo de vida da sociedade nos dias de hoje, também pode ser perigosa e por isso sugerimos algumas formas de prevenção contra  acidentes domésticos envolvendo eletricidade e aparelhos eletroeletrônicos.

Uma pesquisa da ABRACOPEL (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade) revela que 86% dos entrevistados já levaram algum tipo de choque elétrico, sendo que destes, 23% foram causados por eletrodomésticos, 22% pelos chuveiros elétricos e 20% em tomadas e trocas de lâmpadas. Estes dados revelam que a maioria das pessoas não desliga a chave geral de energia antes de realizar algumas tarefas que envolvem eletroeletrônicos. Mas  a maioria desses casos é resultante da falta de informação e de atenção ao manusear tomadas e aparelhos movidos a energia elétrica.

Primeira dica: Quando for trocar lâmpadas, instalar ou dar manutenção em chuveiros e outros equipamentos ligados permanentemente à rede elétrica, é necessário desligar a chave da energia na caixa de distribuição.

Segunda dica:  o uso exagerado do chamado “T” ou Benjamim e extensões em geral é muito perigoso pois pode causar sobrecargas elétricas, podendo também chegar a causar acidentes graves devido ao super aquecimento de componentes que culminam e curtos-circuitos e até incêndios.

Vários adaptadores para multiplicar as tomadas disponíveis: um perigo!

Vários adaptadores para multiplicar as tomadas disponíveis: um perigo!

Terceira dica:  Não use jamais aparelhos eletroeletrônicos durante o banho. Logo após sair do chuveiro também é um momento perigoso para se usar secadores, barbeadores elétricos e pranchas alisadoras. A água é um excelente condutor de corrente elétrica, sendo assim, o seu corpo molhado também conduzirá energia, causando um grave acidente.

Quarta dica:  Crianças são curiosas e muito ativas. Existem tampas (normalmente feitas de material plástico) para impedir que os pequenos introduzam seus próprios dedos e utensílios metálicos nas tomadas, valem a pena pela prevenção.

Protetores de tomadas

Outros perigos para as crianças são fios soltos ou desencapados, fios sem a devida proteção de canaletas e aparelhos elétricos abertos ou em funcionamento sem adultos por perto. Todo o cuidado com crianças é pouco!

Quinta dica: Um erro comum é a confusão entre tomadas de 110v ou 220v, principalmente em hotéis e viagens, quando não se tem certeza de que tipo de rede elétrica existe no local. Procure sempre ter certeza da voltagem da rede elétrica e prefira aparelhos bivolt, que funcionam tanto em 110v quanto em 220v.

Sexta dica:  Ao comprar ou alugar uma nova casa ou apartamento, é bom verificar a voltagem e as condições gerais das instalações elétricas. De qualquer forma, uma vistoria anual é mais do que necessária para a manutenção preventiva da rede elétrica na residência, o que pode evitar acidentes e prejuízos materiais, além de muito transtorno e dor de cabeça para locatários e proprietários.

Outras dicas de segurança relacionadas a eletricidade:

Lâmpadas incandescentes podem chegar a 600 graus Celsius! Por isso, jamais deixe materiais inflamáveis próximos a este tipo de lâmpada. Aliás, lâmpadas incandescentes consomem muito mais energia do que as compactas e fluorescentes. Fazer a troca compensa em economia de energia e em durabilidade, diminuindo a frequência das trocas.

Jamais tente apagar fogo na rede elétrica ou em aparelhos eletroeletrônicos com água! Nestes casos, deve ser usado um extintor de incêndio da classe C. O Corpo de Bombeiros do Espírito Santo lista alguns procedimentos em caso de choque elétrico:

  • Providencie socorro imediatamente, ligando para o Corpo de Bombeiros, pois é preciso ser rápido. Os primeiros minutos após o choque são vitais para o acidentado;
  • Desligue o disjuntor elétrico ou a chave geral se houver algum problema nas instalações internas da casa;
  • Não toque na vítima ou no fio elétrico sem saber se existe passagem de eletricidade;
  • Se não for possível desligar a chave geral, remova o fio ou a vítima com a ajuda de um material seco não condutor de energia, como madeira, cabo de vassoura, jornal dobrado, cano plástico, corda, etc;
  • Ao carregar a vítima, tome muito cuidado para não complicar eventuais lesões, principalmente na coluna vertebral.

Prevenção é a chave.

Tome todas essas precauções e fique livre de imprevistos, acidentes e prejuízos!

Fonte: Clamper

sem comentários publicado em: Notícias
Não há palavras-chave associadas com este artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>