21 de junho de 2016   Publicado por: Garante Araribóia

Poda de árvores em condomínios

O cultivo de arvores nas cidades é muito importante para o conforto térmico das cidades, redução da poluição sonora, absorção dos raios solares, minimização da poluição atmosférica e preservação de espécies de animais, como os pássaros. Também as árvores garantem o controle ecológico e possuem a função paisagística e também auxiliam a manter o contato entre o homem e o meio natural. Assim, no Brasil a poda de arvores em locais públicos ou particulares só são permitidas com uma autorização da prefeitura municipal ou órgão estadual competente. Sendo assim sem uma autorização, a poda de arvores é considerada uma pratica ilegal e criminosa e pode resultar em punições.

A FPJ (Fundação Parques e Jardins) é responsável pela administração dos parques municipais urbanos, planejamento, paisagismo e questões relativas a praças, parques e manejo da arborização. Segundo o órgão, a poda ou retirada da árvore é liberada quando há ataque de pragas, partes secas ou podres, interferência na rede elétrica ou risco de queda e afetar a segurança das pessoas ou propriedades. Dessa maneira, para que essa poda seja realizada não deve ser retirado mais que 30% da copa das arvores, exceto em casos especiais avaliados pelo FPJ e sem a autorização deste órgão o morador ou condomínio pode ser multado.

Sendo assim, para que uma arvore seja removida, este serviço é feito da seguinte maneira: é realizada a poda e os técnicos deixam um tronco de 1,5 metro para que um caminhão possa puxa – lo. O tempo entre a poda e a remoção do tronco não é determinado, por isso que o proprietário deve fazer um registro e anotar a data do serviço da poda. Este pedido deve ser feito pelo telefone 1746, caso os galhos estejam em contato com a rede elétrica e os fios entrem em curto ou soltem faíscas é recomendado que se entre em contato com a Light pelo número 0800 0210196. A prioridade para os serviços referentes à arborização é dada quando há interferência na sinalização de trânsito, riscos a rede elétrica, risco de queda ou invasão de fachadas de edificações.

Fonte: SeuCondominio

sem comentários publicado em: Notícias
Não há palavras-chave associadas com este artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>