11 de novembro de 2013   Publicado por: Garante Araribóia

Onde e quanto custa uma garagem no Rio

Escassez de vagas faz preço do aluguel chegar a até R$ 700 e o de compra, a R$ 150 mil

Mas qual é a saída quando o imóvel que se quer comprar não tem vagas ou elas não são suficientes para o morador? Teoricamente, a solução é o aluguel ou a compra de um espaço. Em tese, apenas. Pois, como a procura é grande e não é possível alugar para terceiros, nem sempre há disponibilidade, especialmente na Zona Sul. E, quando há, segundo o presidente do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Rio (Creci-RJ), Manoel Maia, os valores podem chegar a até R$ 700 — mais que o atual salário mínimo federal (R$ 678).

De acordo com Rafael Duarte, da Percepttiva, agência de marketing imobiliário, o valor de compra e venda de uma vaga de garagem na Zona Sul do Rio pode chegar a R$ 150 mil e, na Zona Oeste, a R$ 60 mil.

“Em bairros como Barra da Tijuca, Freguesia e Jacarepaguá ainda é mais forte essa necessidade de imóveis com duas ou três vagas, pois as opções de serviços são distantes e não há muita oferta de transporte alternativo” avalia Duarte.

O presidente do Creci, por sua vez, aponta Copacabana, Ipanema e Leblon como os bairros onde há maior dificuldade em se encontrar vagas.

“Em Copacabana, a maior procura para alugar acontece entre os postos 4 e 5, no trecho que vai da Avenida Nossa Senhora de Copacabana até a Avenida Atlântica. Já em Ipanema, seria mais próximo à Visconde de Pirajá e, no Leblon, nas adjacências da Ataulfo de Paiva” resume Maia.

Segundo Maia, em Copacabana há um contrapeso sobre a demanda por garagens, pois, se, de um lado, há muita procura e prédios antigos sem vagas, do outro, há idosos que dispensam veículos e moradores que não usam carros e se viram com o transporte local, seja metrô, táxi ou ônibus.

Entretanto, mesmo assim, nesta matemática, ainda há mais procura do que vagas, o que encarece o preço

É o que acontece, por exemplo, em um apart-hotel no Leblon, próximo à Avenida Ataulfo de Paiva. O local terceirizou a garagem para a empresa Estacenter, que usa o espaço para estacionamento rotativo, mensal e para os hóspedes.

As vagas mensais para carros pequenos saem a R$ 500 e, para veículos de grande porte, a R$ 600. Caro? Pode ser, mas, ao menos, nesta garagem, as vagas mensais estão lotadas e a procura por diárias é constante.

“Antes, tinha mais procura pelo aluguel de vagas diárias, agora, a procura maior é pelo contrato mensal” conta Wilson Rivadavia, supervisor do estacionamento.

Fonte: O Globo

sem comentários publicado em: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>