29 de maio de 2013   Publicado por: Garante Araribóia

O dilema das vagas presas na garagem

A cada dia, por incentivo do governo ou necessidades pessoais, o número de carros só aumenta nas ruas das principais cidades. E diante deste aumento, as vagas de garagem nos condomínios se tornam imprescindíveis.

Nos condomínios mais novos, há uma preocupação maior com relação ao espaço destinado ao abrigo dos automóveis. No entanto, em prédios mais antigos, as chamadas vagas presas, aquelas em que um carro fica na frente do outro, impedindo a saída imediata daquele que está estacionado atrás, são praticamente obrigatórias.

Uma das soluções mais comuns adotadas por condôminos que compartilham vagas presas, para evitar desentendimentos, é deixar a chave reserva do carro com o vizinho, para que ele mesmo possa manobrar o outro carro quando precisar sair. Tal medida evita chamadas constantes ou realizadas em horários inoportunos.

Porém, deixar a direção na mão de outra pessoa nem sempre é sinônimo de tranquilidade ou segurança, uma vez que pequenos acidentes como raspar a lateral na coluna ou bater a porta no carro vizinho podem acontecer. Neste caso o ideal é investir na instalação de câmeras de segurança, que podem apontar o responsável por pequenos estragos no veículo.

Naqueles condomínios em que os moradores não se sentem à vontade para compartilhar suas chaves com os vizinhos, há várias alternativas a serem consideradas, como a contratação de uma empresa que ofereça serviço de manobrista ou o remanejamento das vagas feito por engenheiros ou arquitetos especializados.

Há ainda a possibilidade de adquirir terrenos anexos para a construção de novas vagas ou então transformar um espaço do próprio condomínio em uma nova garagem. Neste último caso, vale lembrar que a obra só pode ser feita mediante a aprovação unânime por parte dos condôminos em assembleia.

sem comentários publicado em: Notícias
Não há palavras-chave associadas com este artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>