3 de agosto de 2012   Publicado por: Garante Araribóia

Moradores criticam venda de terrenos

 No próximo dia 13, às 19 horas, o Ministério Público realizará audiência para ouvir a população da Vila Mariana, zona Sul de São Paulo, e de diversos bairros afetados pela proposta da prefeitura de vender 20 terrenos em toda a cidade. Pela segunda vez, o promotor Valter Santin se reunirá com moradores e representantes de Associações e Movimentos Populares para discutir a viabilidade da venda e a necessidade da permanência destes espaços públicos como garantia de uma reserva de terrenos municipais para atender demandas atuais e futuras.

De acordo com a Associação dos Moradores e Amigos de Vila Mariana (AMA-VM), a prefeitura pretende entregar à iniciativa privada terrenos considerados subutilizados ou não-utilizados, permitindo a construção de edifícios residenciais. Entretanto, em alguns destes terrenos existem equipamentos públicos sendo utilizados pela população local, como é o caso do quarteirão do Itaim Bibi.

Lá estão oito equipamentos, entre creches, escolas, teatro, biblioteca e unidades de saúde. Os moradores entraram com pedido de tombamento junto ao Condephaat, o que tem impedido a venda da área, principal alvo da especulação imobiliária na cidade.

O bairro da Vila Mariana, segundo a AMA-VM, possui um alto índice de moradores idosos, mas não possui equipamentos públicos de atenção específica a eles. Esta é uma das propostas da entidade. “Um bairro com a dimensão da Vila Mariana, com a densidade demográfica que possuímos, precisa ter um espaço dedicado à sua população”, reforçou Oswaldo Luiz Baccan, presidente da AMA-VM.

De acordo com a entidade, mais de cem Associações e Movimentos Populares estão engajados na defesa dos terrenos, entre eles o Movimento Defenda São Paulo, o Movimento SOS Itaim Bibi, a Associação Preserva São Paulo e a Associação dos Moradores e Amigos de Vila Mariana.

 

Fonte: Folha do Condomínio

sem comentários publicado em: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>