6 de julho de 2016   Publicado por: Garante Araribóia

Morador deve ser vigia constante

Um dos principais atrativos dos condomínios fechados é a segurança. Geralmente, os residenciais contam com cercas elétricas e portaria. Outros apresentam clausura, ou gaiolas, entre outras formas de proteção. No entanto, esses recursos podem ser insuficientes se houver falha por parte dos moradores.

Apesar dos diversos recursos de vigilância e segurança, ainda são registrados furtos a prédios e condomínios. Uma das “táticas” para os ladrões invadirem os locais são os portões da garagem. “Quando o morador abre o portão eletrônico, tem que esperar fechar antes de seguir. Demora um tempinho para fechar completamente. É nessa hora que o marginal aproveita para invadir”, diz a administradora de condomínios, Rosana Castilho.

Ao perceber qualquer movimentação estranha próxima à entrada do condomínio, é melhor não abrir o portão eletrônico para entrar, principalmente se não houver clausura ou gaiola, e dar algumas voltas antes de fazer uma nova tentativa. Essa atitude evita não só invasões, mas abordagens.

Também não é recomendável aos moradores, ao entrarem pelo portão de pedestres, permitir o ingresso de um visitante desconhecido para não deixá-lo esperando – quem deve recebê-lo é o morador que o aguarda.

Há muitos prédios sem portaria. Nesses casos, é ainda mais importante adotar medidas de segurança como não abrir o portão de pedestres, de dentro do apartamento, para alguém que possa estar se fazendo passar por um morador no interfone e não permitir o acesso de entregadores aos apartamentos. “É melhor passar pelo desconforto de descer e ir buscar a encomenda do que estar sujeito a um assalto. A pessoa pode não ser um entregador”, diz Rosana.

Ela destaca que moradores de alguns prédios decidiram instalar elevadores de encomenda. Outra estratégia para ajudar a evitar a entrada de ladrões. Os próprios condôminos devem propor novas formas de proteger ainda mais o prédio ou condomínio.

A porta de acesso aos apartamentos, quando existir, também deve permanecer trancada. De forma semelhante a porta dos apartamentos, para evitar uma sucessão de erros. “Manter a porta fechada evita até furtos internos. Tive um caso onde um morador furtava outros. A solução foi instalar câmeras em todos os andares”, ressalta Rosana.

Ela orienta ainda manter as janelas fechadas, mesmo que o apartamento do morador de um condomínio vertical fique no décimo andar. “Há furtos onde os ladrões escalam os prédios. Têm muitos furtos que não deixam vestígios”, adverte.

Outra estratégia é fazer boa seleção de colaboradores do condomínio. Quanto mais treinamento em segurança, melhor. “Quem invade, sabe dos hábitos dos funcionários, dos moradores”, alerta Rosana.

Os porteiros também precisam conhecer todos os moradores, e nunca devem abrir o portão antes de identificar quem deseja entrar. Tanto porteiros, como zeladores e seguranças, que devem ter a veracidade dos documentos constatada antes da contratação, precisam ser acompanhados de perto pelo síndico. E o morador pode fazer essa cobrança.

Se o morador tiver acesso ao sistema de iluminação, como interruptores na parede do estacionamento, deve manter as luzes acesas durante toda a noite – há lâmpadas, como as de LED, que são mais econômicas.

A instalação de boas câmeras de vigilância também é fundamental para esclarecer algum furto. Em muitos casos esses sistemas ajudam a polícia a esclarecer até crimes que ocorrem na rua.

Punições

Os moradores que descuidarem da segurança do prédio podem ser punidos conforme previsto nas normas do condomínio. Segundo Rosana, geralmente, são estabelecidas advertências verbais, por escrito, mas também há multas.

O valor é estipulado pelas normas do condomínio. “A primeira coisa que o morador vai receber quando se mudar é o documento que contém as normas do condomínio. É obrigação dele ler essas regras e cumpri-las”, frisa Rosana.


CONSCIÊNCIA. Os portões de acesso apenas devem ser abertos quando se tem certeza de quem vai entrar. —FOTO: DIVULGAÇÃO

Fonte: Fernanda Bertola, Maringá, O diário

sem comentários publicado em: Notícias
Não há palavras-chave associadas com este artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>