25 de julho de 2012   Publicado por: Garante Araribóia

Lixo certo no lugar certo

Projeto destinado a condomínios busca a conscientização de moradores para a separação e destinação correta dos dejetos.

Tema recorrente, a reciclagem do lixo está ganhando um forte aliado em Londrina. Idealizado pelas biólogas, Ana Claudia Marioto e Paula Lopes, o Recicla Condomínios pretende conscientizar e incentivar moradores de prédios residenciais a dar a destinação correta para esse material.

O projeto que já está sendo desenvolvido em dois condomínios da cidade conta com o apoio de diversas empresas e orgãos, tanto públicos quanto privados, entre eles estão a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Estadual de Londrina (Fauel).

Ana Claudia explica que o programa é apresentado ao síndico ou à administradora do condomínio e, primeiramente, elabora-se um relatório apontando as necessidades do ambiente. ”Em um dos prédios trabalhados não existia um espaço adequado para o depósito do lixo, que acabou sendo construído”, exemplifica.

O passo seguinte para a implantação do Recicla Condomínios é voltado aos moradores com o esclarecimento dos objetivos do projeto e a entrega de um kit contendo uma sacola para o descarte de remédios, um recepiente para colocar óleo de cozinha, um folder que explica a iniciativa e um imã de geladeira contendo informações da classificação do lixo comumente produzido nas casas. ”Devido a forma como é trabalhada a reciclagem em Londrina só temos separado o lixo em orgânico e reciclável. Para remédios, pilhas e eletrônicos contamos com empresas parceiras onde esses materiais são entregues”, afirma Ana Claudia.

Paula, outra idealizadora do projeto, acrescenta que cada condomínio tem um perfil e a equipe procura se adaptar a cada morador para garantir que o projeto funcione plenamente.

Ela acrescenta que caso os responsáveis pela coleta seletiva falhem na regularidade para o recolhimento do lixo, as próprias idealizadores procuram estabelecer contato com o poder público para que o serviço seja executado. ”Já aconteceu de não passarem uma ou outra semana e para que o resíduo não acumule, nós solicitamos a vinda dos coletores, ou seja, procuramos facilitar tudo para a administração do prédio e seus condôminos”, aponta.

Como o projeto ainda está no início, as biólogas admitem que alguns hábitos precisam ser mudados, mas garantem já sentir diferenças nos condomínios trabalhados. ”Pretendemos seguir acompanhando e esperamos que outros residenciais possam aderir. Uma administradora quer o Recicla Condomínios implantado em um prédio que ainda está sendo ocupado e já estamos trabalhando com eles”, comenta Paula. ”Esse é um trabalho de médio e longo prazo, mas já temos relatos da diminuição da quantidade de sacos de lixo produzidos no condomínios”, completa.
Moradores satisfeitos.

Vice-síndico e morador do Residencial Condomínio Pietá, onde o projeto está sendo desenvolvido, Valter Cesar afirma que o local necessitava do trabalho e vislumbra uma melhor qualidade de vida para os moradores. ”Estamos no começo, mas já percebemos resultados positivos, pois estão destinando o lixo corretamente. Precisamos trabalhar agora para fixar a ideia entre os moradores e tornar a reciclagem um hábito”, defende.

Opinião semelhante tem a moradora Luiza Kaneta. Ela conta que morou fora do país, onde as leis de destinação correta do lixo eram mais severas e trouxe alguns costumes para o Brasil, agora espera que propostas como a do Recicla Condomínios possam se espalhar por Londrina. ”A reciclagem é importante, eu procuro fazer a minha corretamente, principalmente para quem mora em condomínio”, aponta.

Fonte: Folha de Londrina

sem comentários publicado em: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>