2 de junho de 2015   Publicado por: Garante Araribóia

Jovens casais buscam imóveis com arquitetura sustentável

Uso racional de água e energia passou a ser prioridade na hora de escolher nova residência

De 20 jovens casais entrevistados pelo Procel Info – Centro Brasileiro de Informação de Eficiência Energética, mais de 50% afirmaram se preocupar com os detalhes da casa na fase de planejamento do casamento. O levantamento mostrou que a preocupação ambiental já é um fator considerado no momento de optar por métodos mais eficientes de utilização de recursos naturais e projetos de arquitetura sustentável.

Segundo o Procel Info, ao serem questionados sobre como planejam a futura moradia, as respostas dos noivos foram das mais diversas. Juliana Fanchini, que já está noiva há um ano, contou que começou a pensar na casa de maneira que usasse o máximo de luz natural. O casal encontrou um imóvel com muitas janelas e já se preocupou em pedir na lista de presentes, aparelhos eletrodomésticos com etiqueta de baixo consumo de energia.

Já Luana Barreto disse que, graças ao noivo dela, Antônio Carlos Marassi, além de utilizarem a energia de forma eficiente, eles também fazem reaproveitamento de material. Outras noivas comentaram que vão optar pela lâmpada fluorescente, equipamentos com etiqueta A e Selo Procel, além de dispositivos de economia de água, já que vivemos um momento em que é preciso considerar o que for possível para economizar água e energia, desde um projeto de arquitetura sustentável até o uso racional de recursos naturais.

De acordo com a arquiteta Silvana Guimarães, é importante que os casais se atentem aos equipamentos com a etiqueta nível A do Inmetro e com o Selo Procel. Ela também mostra como aproveitar o máximo de luz natural de forma simples e barata:

“Utilize cortinas, persianas, mobiliários em tons pastéis ou branco. Espelhos e vidros também são excelentes materiais para reflexão da luz. Pisos claros, esquadrias e tetos claros. Abuse do branco” – explica Silvana, que ressalta a importância de acionar um arquiteto para atender aos desejos da decoração sem prejudicar os conceitos estabelecidos pelo projeto de arquitetura sustentável, como a entrada de luz natural, por exemplo.

Vale lembrar que o consumo consciente e a adoção de hábitos mais sustentáveis também influenciam o resultado do investimento feito em um projeto de arquitetura sustentável.

Fonte: Procel Info

sem comentários publicado em: Notícias
Não há palavras-chave associadas com este artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>