24 de setembro de 2013   Publicado por: Garante Araribóia

Investimentos mantêm os edifícios valorizados

Paralelamente à tendência mercadológica de valorização dos imóveis no Brasil, tanto no segmento de condomínios residenciais quanto comerciais, há um fator decisivo para manter o patrimônio imobiliário com valor sempre atualizado e crescente, atraente para a prospecção de inquilinos e preservado: o investimento periódico em manutenção e modernização.

Os resultados dessa prática são bastante positivos. Em primeiro lugar, porque se evita consertar o que já está deteriorado, cuja recuperação é sempre mais cara, além de causar maiores transtornos aos usuários e ocupantes do prédio. Além disso, mantém-se valorizado o edifício, fator relevante na hora de vender ou alugar os conjuntos comerciais. Edifícios bem localizados e bem conservados, com instalações e equipamentos atualizados, têm mais valor de venda e locações.

É necessária atenção constante com vários itens a serem inspecionados. Desde a simples troca de lâmpadas queimadas até alguns preceitos essenciais para se evitarem problemas e riscos: prevenção e proteção contra incêndios; cuidado com as marquises; atenção constante com a estrutura da edificação; manutenção periódica dos elevadores; verificação permanente da existência de vazamentos e infiltrações; e dedetização anual contra insetos, inclusive o cupim, cuja proliferação pode comprometer até mesmo o concreto.

No tocante à prevenção e proteção contra incêndio, é importante manter em dia os extintores, criar, treinar e reciclar sempre uma brigada apta a enfrentar essas situações. É recomendável, ainda, solicitar uma vistoria ao Corpo de Bombeiros sempre que modificações e reformas forem realizadas. Nesses casos, devem ser analisados o sistema hidráulico, iluminação, saídas de emergências, estruturas de proteção e a mobilidade. As marquises dos prédios também devem ser inspecionadas regularmente. A manutenção e a conservação das fachadas devem ser sempre orientadas por um engenheiro.

Outra recomendação refere-se à sinalização interna, independentemente do porte do empreendimento, seja ele residencial ou comercial. Em todos os casos, é essencial que os ocupantes fixos e os visitantes possam identificar com rapidez e clareza as portarias normais e eventuais saídas de emergência, entradas e saídas de garagens, locais de acesso às escadas e aos elevadores, localização de extintores de incêndio e mangueiras.

Um case interessante para comprovar a eficácia dos investimentos em manutenção, conservação e permanente atualização dos edifícios é o Condomínio Cetenco Plaza Torre Norte, que, nos últimos sete anos, investiu R$14 milhões em modernização de infraestrutura e equipamentos prediais. No tocante ao ar-condicionado, todo o sistema foi substituído, reduzindo-se o espaço ocupado e aumentando a capacidade de refrigeração.

Os elevadores também foram substituídos, tendo sido implantado um modelo inteligente com chamada antecipada, o que reduziu para 50 segundos o tempo máximo entre a chamada e o desembarque no andar desejado. Substituíram-se, ainda, a cabine de barramentos (entrada de energia do prédio) e todas as prumadas que distribuem a eletricidade, que agora são barras de cobre, mais seguras e resistentes. Na garagem, fez-se a restauração e tratamento do piso com tinta epóxi, melhorando-se a estética e salubridade.  Implantou-se, também, célula de segurança blindada em local estratégico, com copa e banheiro, da qual é feito o monitoramento de todo o prédio 24 horas por dia.

Com esses investimentos, além das reduções de consumo de energia elétrica, houve otimização das rotinas de manutenção, agregando produtividade e qualidade no atendimento aos usuários e menor custo com reparos. A conta de energia elétrica teve redução em torno de 20%, a de esgoto, 15%,  e o consumo de água caiu 15%.

É muito importante manter o prédio dentro dos padrões de modernidade, pois o patrimônio mantém-se ao longo do tempo em boas condições de uso e capaz de gerar rendimentos em patamares similares aos da época em que foi concebido. Com os investimentos periódicos, o prédio, no que diz respeito à infraestrutura, fica em pé de igualdade com empreendimentos mais novos e continua competitivo no mercado de locações corporativas. Como exemplo, vale dizer que, num momento em que as taxas de vacância estão mais altas do que nos últimos anos no mercado de locações comerciais em São Paulo, o Cetenco Plaza está 99% ocupado.

Fonte: Jornal do Brasil

sem comentários publicado em: Notícias
Não há palavras-chave associadas com este artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>