8 de agosto de 2013   Publicado por: Garante Araribóia

Gesso: o detalhe que faz diferença na decoração e na estrutura

O gesso não está mais restrito à decoração. Ele conquistou espaços menos visíveis – como paredes, e divisórias -, proporcionando mais espaço e versatilidade às unidades. Mesmo assim, os cuidados com o gesso continuam os mesmos.

Engenheiros, arquitetos, decoradores e o consumidor final já perceberam as vantagens do gesso acartonado em reformas e construções. Segundo dados da Abragesso — Associação Brasileira dos Fabricantes de Blocos e Chapas de Gesso, no Brasil já são mais de 40 milhões de metros quadrados de gesso acartonado instalados em residências e comércio, mas o número ainda é baixo se comparado aos Estados Unidos, por exemplo, que instala uma média de 2,5 bilhões de metros quadrados ao ano. A cultura brasileira ainda está muito marcada pelo trio tijolo, areia e cimento.

Gesso acartonado (ou Drywall) são paredes constituídas de estrutura de aço galvanizado sobre a qual são fixadas uma ou mais chapas de gesso de cada lado. Seu uso é exclusivo para fechamentos internos, podendo ser utilizado em áreas secas ou úmidas, com características externas iguais a de uma parede de alvenaria. As paredes podem ou não ter tratamento acústico. Uma parede em gesso acartonado com o tratamento acústico adequado, isola o ambiente de sons externos, de forma mais eficiente que as paredes normais de alvenaria.

Assim como no caso das paredes convencionais de alvenaria, o desempenho global das divisórias Drywall depende muito de um projeto bem elaborado. O funcionamento adequado e o eventual surgimento de problemas são passíveis de ocorrência nas duas alternativas.

Aplicações e vantagens

Como principais aplicações, há o fechamento de áreas internas, substituindo com vantagens a construção de paredes em alvenaria. As construtoras disponibilizam um grande salão e as divisões internas são construídas, possibilitando que uma sala comercial ou um cômodo tenha uma distribuição interna especifica às necessidades do condômino. Todas estas modificações podem ser feitas rapidamente, obtendo-se uma aparência externa igual ou melhor que uma parede de alvenaria, com acústica superior e com vantagens de não apresentar os incômodos da construção em alvenaria (tempo de construção, sujeira, blocos, areia, cimento, reboco, emboço, massa fina, etc…).

O Drywall tem vantagens com relação à alvenaria, destacando-se o tempo para a finalização da obra, limpeza do ambiente durante a execução, o tratamento acústico e acabamento final. Outra vantagem inerente do Drywall é a área útil, fator que pode se tornar determinante, em função das características do empreendimento.

Com o Drywall exige-se especial atenção para detalhes na fixação de objetos nas paredes, devendo estes pontos ser previstos antecipadamente para se evitar manutenções após a conclusão da obra. Mas isto não impede que após a conclusão da obra sejam feitas alterações, incluindo ou alterando pontos da rede elétrica, fixando objetos ou móveis nas paredes.

Cuidados com o gesso

Quanto à pintura no gesso, ela só deve ocorrer após a secagem total e aplicação de massa corrida. Recomenda-se a aplicação de tinta fosca. As rachaduras – motivo de maiores reclamações de consumidores – são conseqüência da má colocação (amarração errada, falta de chumbo e dilatação). Em forros com mais de 10m², é necessário usar algum tipo de dilatação, prolongando assim sua vida. Hoje, existem trabalhos com mais de 200 anos em perfeito estado e paredes e tetos com grandes trincas e umidade em excesso são os maiores motivos que provocam a danificação do gesso. Além disso, é possível mudar a cor do gesso, aplicando-se o branco. Para mudar o modelo, deve-se regularizar a área antes. As lâmpadas mais indicadas para instalar em gesso são as fluorescentes, pois são frias, iluminam bem e são econômicas. Na parte inferior, os spots são bem mais flexíveis, podendo usar desde lâmpadas dicróicas até lâmpadas de tipo PL.

Fonte: Jornal do Síndico

sem comentários publicado em: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>