5 de dezembro de 2013   Publicado por: Garante Araribóia

Garanta a reforma do imóvel sem estourar o orçamento

Chega uma hora em que não dá mais para adiar a reforma do imóvel. Nesse momento, organização, criatividade e muita pesquisa são indispensáveis. Uma projeção dos gastos para determinado período em obras – tipo do material a ser utilizado, área total, quantidade de pavimentos e padrão de uso – ajuda o proprietário a ter uma noção básica do setor da construção hoje. Assim, é possível garantir uma casa nova sem sair do orçamento.

Ter definido o objetivo da reforma residencial é a dica para não se decepcionar lá na frente. “Se o cliente encomenda a primeira leva de materiais e não define o escopo da reforma, ele gastará o dobro se comparado a um segundo que analisou as necessidades reais antes da compra”, afirma Vanderlei Ribeiro, gerente de vendas na Ferragens Pinheiro.

Importante saber diferenciar a construção da reforma. Segundo Vanderlei, tanto em uma construção nova como numa reforma, o orçamento deve ser a primeira providência a ser tomada. No entanto, a reforma pode exigir um maior investimento, pois é comum que outros problemas apareçam numa residência já construída. “A escolha dos profissionais adequados é o que garante o controle do orçamento’’.

Se um “up” no imóvel vai lhe custar R$ 5 mil ou R$ 50 mil, vale apostar naquilo que cause satisfação pessoal e sensação de dever cumprido, ficando sempre atento aos limites de gastos.

Toda a execução da reforma depende exclusivamente de alguns fatores básicos como análise de mercado, divisão de etapas, consulta a um profissional, evitar outros gastos, pesquisa de custos de mão de obra e materiais, avaliação da capacidade de comprometimento da renda, e estudo das formas de pagamento.

Para quem deseja construir, uma ideia é calcular o Custo Unitário Básico (CUB), que é divulgado mensalmente pelos Sindicatos da Indústria da Construção Civil (SindusCon) regionais, e ter uma estimativa de custo para a realização do projeto. Além disso, nas empresas e lojas de materiais para construção, há especialistas que auxiliam os proprietários na hora de escolher o melhor material e a quantidade necessária para a reforma ou construção.

7 dicas para uma boa reforma:

- Avalie a capacidade de comprometimento da sua renda;

- Consulte um profissional;

- Defina o escopo da reforma;

- Divida o projeto em etapas;

- Estude as formas de pagamento;

- Não faça gastos antes de planejar a reforma;

- Pesquise custos de mão de obra e materiais.

Fonte: Proativa Comunicação

sem comentários publicado em: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>