1 de julho de 2013   Publicado por: Garante Araribóia

Conhecimento sobre regulamento e convenção pode minimizar conflitos entre moradores nos condomínios

Roupas penduradas num gradil, no Condomínio Jardim Iaraquã: a convenção local proíbe essa prática

Roupas penduradas num gradil, no Condomínio Jardim Iaraquã: a convenção local proíbe essa prática Foto: Luiz Ackermann

Lara Mizoguchi

No condomínio Jardim Iaraquã, em Campo Grande, são 25 blocos, 400 apartamentos e cerca de 1.500 moradores espalhados numa área de 49 mil metros quadrados. E apenas um síndico para administrar: Carlos Antonio Bottino, de 54 anos, que há 12 gerencia o conjunto habitacional.

Os números altos também se refletem na quantidade de conflitos no dia a dia de quem vive lá. Muitos deles, contudo, poderiam ser evitados, se a convenção e o regulamento interno fossem seguidos.

- Aqui, temos alguns problemas, como brigas de vizinhos e conflitos por vagas de garagem. Teve uma vez em que um morador estava caminhando com o cachorro na coleira e um outro animal, que estava solto, atacou o bicho. Depois, os dois moradores se acertaram. Aqui, os animais têm que andar sempre com coleiras nas áreas comuns. Está previsto na convenção.

Recém-formado em Direito, ele explica que a melhor forma de acabar com os conflitos é conversando:

- Procuro resolver os problemas orientando dentro da legislação, da convenção e do regulamento.

O condomínio conta, ainda, com um informativo, em que algumas regras são ressaltadas. Por exemplo, estão proibidos bicicletas no corredor e animais nas varandas.

Gerente geral da Rede Protel – que atua na administração de condomínios -, Cristiane Salles acredita que o síndico tem que submeter o tema à discussão com os conselheiros, em assembleia, se a questão não for resolvida.

Alexandre Corrêa, vice-presidente de Assuntos Condominiais do Sindicato da Habitação do Rio (Secovi Rio), concorda:

- A multa deve ser a última alternativa. Em vez de resolver, acirra ânimos.

Fonte: Extra
sem comentários publicado em: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>