9 de janeiro de 2014   Publicado por: Garante Araribóia

Condomínios investem em serviços para ciclistas

Em dois anos, serviços como o bikesharing serão cada vez mais comuns nos empreendimentos

Trocar o carro por uma bicicleta? Em São Paulo, há cerca de cinco anos parecia uma insanidade, mas a criação de 118 quilômetros de ciclovias e ciclorrotas e o programa da ciclofaixa de lazer fez com que os paulistanos abandonassem o comodismo e encarassem o passeio de bike. A ideia deu tão certo que a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) soma mais de 120 mil usuários por final de semana.

São 121 quilômetros de ciclofaixas e a CET garante que até 2016 outros 150 quilômetros serão inaugurados. E com tanta gente pedalando por aí, os condomínios têm investido cada vez mais em mudanças para oferecer serviços aos ciclistas.

Desde 2012, uma lei obriga as construtoras a incluir bicicletários em seus projetos. Em três anos, surgiram mais de cinquenta empreendimentos residenciais e comerciais que oferecem esses serviços. Essas medidas tiveram um reflexo direto no projeto dos imóveis.

E com a tendência das bikes surgem novos serviços, como por exemplo, o bikesharing. Com ele, o condomínio irá emprestar bicicletas aos moradores. O custo será incluído na taxa condominial.

Nos prédios comerciais a ideia é instalar vestiários para que os funcionários possam ir ao trabalho de bicicleta e tomar banho antes do expediente. Além de incentivar o uso das bicicletas na cidade, o condomínio ganha valorização, já que muitos compradores estão preocupados com qualidade de vida e mobilidade.

Fonte: Veja São Paulo

sem comentários publicado em: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>