8 de agosto de 2012   Publicado por: Garante Araribóia

Condomínio em área de proteção ambiental tem licença governamental

O anúncio da construção de um condomínio com mais de 600 apartamentos em Piratinga, região de Niterói (RJ) revoltou moradores da região. Ele fica vizinho a uma FMP (Faixa Marginal de Proteção), uma área de preservação permanente que teve seu traçado alterado, permitindo a obra. O local abriga uma área de mangue e vegetação de Mata Atlântica.

O residencial tem licença do Inea (Instituo Estadual do Ambiente) e da Secretaria Municipal de Urbanismo e segundo a Sociedade Pró Preservação Urbanística e Ecológica de Camboinhas, a construção do condomínio com 648 unidades vai multiplicar em quase um terço o número de moradores da cidade. Pelo traçado anterior, o condomínio ficaria dentro da área de preservação ambiental. Com a mudança, o empreendimento foi autorizado.

O Ministério Público ingressou com uma ação para impedir a implantação do condomínio mas a Justiça local não atendeu a solicitação. De acordo com o autor da ação, Antonio Augusto Canedo, o Inea informou que errou o traçado do FMP anteriormente.

 

Fonte: Condoworks, com informações do Jornal do Brasil

Comentários desativados publicado em: Notícias