12 de setembro de 2013   Publicado por: Garante Araribóia

Como instalar toldos em casa

Descubra qual toldo é o ideal para proteger sua casa

A Casa Cor São Paulo 2013 começou nos dias frios de maio e terminou dia, 21, no auge do inverno. Em uma cidade com tempo imprevisível, muitos arquitetos optaram por usar toldos nos ambientes. “Toldos resolvem problemas de fachada – dão um charme sem mexer muito. São como uma maquiagem que resolve insolação e problema de chuva”, enumera a arquiteta Selma Tammaro, uma entusiasta da proteção. Os toldos lhe permitiram instalar janelas de vidro do chão ao teto nos ambientes sociais do Chalé do Velejador, o seu espaço de 310 m² na mostra.

Toldos também ajudam a aumentar o espaço útil da casa nos dias de tempo agradável. E, por serem retráteis, protegem do sol durante o dia sem bloquear a visão das estrelas durante a noite. Como todas as proteções externas, os toldos tem melhor desempenho que persianas e películas aplicadas às janelas. Essas barreiras internas são incapazes de impedir que o calor atinja as esquadrias e seja transmitido à casa. “Elas contribuem principalmente para o conforto luminoso”, explica a arquiteta Luciana Pagnano, que fez mestrado sobre estratégias para conforto ambiental no Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo.

Quando não usar toldos

No caso de construções em fase de projeto, vale a pena optar por soluções mais baratas e que exijam menos manutenção, como quebra-sóis, pérgolas, marquises ou até beirais mais longos, aconselha Luciana. “O toldo tem uma vida útil mais curta. Outra desvantagem é o custo elevado”, explica.

Onde instalar os toldos?

O caminho do sol varia durante o ano. Por isso, se você mora em uma região quente, observe a o desenho da luz verão e projete um toldo para protegê-la nessa época do ano. Uma dica: no Brasil, as fachadas que mais sofrem com o excesso de luz e calor são as de face oeste, noroeste e sudoeste, essa no alto verão. Se puder, consulte um arquiteto. Mas tome cuidado: por deficiências da formação, muitos profissionais não entendem de geometria solar e também precisam observar o caminho do sol em sua casa.

Evite os erros capitais!

Caso opte por um toldo vertical, não vede totalmente o cômodo. Instale a proteção em um ângulo inclinado ou crie espaços entre os toldos. “Sem ventilação, o ambiente vai ficar tão ou mais desconfortável do que se estivesse sem o toldo”, explica Luciana. E telas microperfuradas não resolvem o problema. “Essas telas não conseguem uma ventilação capaz de trocar o ar do ambiente”, explica Luciana.

Para combinar o toldo com o resto da casa, use o mesmo modelo em todos os ambientes. Caso a sua casa abrace um estilo mais moderno, evite toldos com enfeites e bandeirinhas. E prefira tons neutros, que combinam com a maioria das decorações. Parece óbvio, mas sempre é bom lembrar: não use toldos de tons escuros se sua casa fica em um lugar de clima quente. Você vai sofrer com o calor lá dentro.

Qual tecido usar?

Selma indica o sunbrella, um tecido criado na década de 60 cujas fibras acrílicas são pigmentadas ainda durante o processo de fabricação. O material não desbota com sol, chuva e o calor do solo. A garantia chega a 10 anos, segundo o site da fabricante. E o tecido não tem brilho, destoando menos da decoração.

Outras opções são têxteis impermeáveis e com proteção contra raios solares. São exemplos os algodões à prova de sol, lonas e tecidos solares. Prefira exemplares sem coloração ou brancos, já que o sol os desbota. Os vinis estragam rápido e não têm uma aparência tão agradável.

Como escolher e cuidar das ferragens?

Para criar um toldo mais leve e resistente, prefira a armação de alumínio com engrenagens e parafusos de aço inox. “Não é um equipamento barato, mas se tiver todas essas características, é durável”, previne Selma. As engrenagens exigem lubrificação ou graxa. E o cuidado deve ser mais frequente nas regiões de praia, onde os toldos sofrem com partículas de areia levadas pelo vento.

Como comprar toldos?

A maiores fabricantes revendem os seus toldos e coberturas em lojas especializadas. Há também fabricantes locais, que produzem toldos em menor escala. Os produtos são feitos sob encomenda e sob medida. Quem não tem arquiteto geralmente pode contar com a assistência dos profissionais das lojas. Os preços, como os produtos, variam muito. Para dar um exemplo: um toldo pivotante com trama de poliéster e cobertura de PVC custa R$ 465 por m², segundo a fabricante Hunter Douglas.

Fonte: Casa Abril

sem comentários publicado em: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>