4 de setembro de 2013   Publicado por: Garante Araribóia

Como decorar apartamentos até 50 m²

Confira 15 dicas com soluções simples para dar a sensação de maior amplitude aos espaços do seu lar

Se você mora em um apartamento pequeno, selecionar bem os móveis e os itens de decoração e avaliar a iluminação dos ambientes são aspectos cruciais para melhorar a percepção dos espaços. Veja algumas dicas que podem ajudar a guiar as suas escolhas.

1. Evite móveis pequenos demais. “As pessoas pensam que, em cômodos reduzidos, precisam optar por móveis pequenos, mas isso não é indicado. Se as peças forem pequenas ou baixas demais tendem a provocar uma sensação de achatamento no espaço”, explica a arquiteta Ana Andrade, de São Paulo (SP).

2. Se for reformar o apartamento, utilize pisos claros para não sobrecarregar o ambiente. Caso isso não seja possível e o piso existente seja escuro, tente suavizá-lo com um tapete em tom mais claro.

3. Opte por um tapete que ocupe o máximo de espaço possível, assim ele não limitará o ambiente. “É aconselhável manter pelo menos 10 cm ao entorno dele para que apareça um pouco do piso e não fique a sensação de carpete. Também é importante que o tapete não prejudique a área de circulação. Não deixe, por exemplo, que ele termine no meio da área de circulação entre o sofá e a mesa de jantar. Ou a peça ocupa os dois ambientes ou se encerra antes do espaço de circulação”, orienta Ana.

4. Integre os ambientes, sempre que possível. Planejar uma cozinha integrada com a sala ou mesmo o quarto separado da sala apenas por uma porta de correr, que pode ser mantida aberta no dia a dia, são boas alternativas para aproveitar bem a metragem do apartamento.

5. Tire proveito das paredes, criando nichos para iluminação ou para pequenos objetos de decoração. As paredes têm, em média, 15 cm ou 20 cm de espessura e é possível fazer nelas alguns nichos para instalar a iluminação, por exemplo.

6. Use espelhos para ampliar a sensação de espaço. Quanto maior o tamanho dele, melhor.

7. Contrate um serviço de marcenaria. “Móveis prontos ou mesmo módulos planejados possuem medidas padrão. Ao personalizar cada peça, você consegue aproveitar os espaços da melhor forma possível”, diz a arquiteta.

8. Busque usar móveis multifuncionais. Se você tem espaço para apenas uma mesa na sala, experimente utilizar uma mesa de jantar que, virando o tampo, se transforme em mesa de jogos, por exemplo.

9. Prefira cortinas que se estendam por toda a parede. Não é preciso restringir a cortina ao tamanho da janela. Quanto maior o espaço que esse acessório ocupar, maior a sensação de amplitude.

10. Abuse das portas de correr. “No quarto, escolher portas de correr para os armários pode exigir cerca de 5 cm a mais de profundidade para o móvel. No entanto, você ganhará – e muito – em circulação”, recomenda Ana.

11. Combine iluminação direta e indireta. 

12. Se o imóvel possui um pé direito baixo, esqueça o forro de gesso e invista nas sancas. “O forro de gesso requer pelo menos 15 cm para acomodar as instalações elétricas. Quando o pé direito é baixo, o melhor é optar pelas sancas, que ocuparão apenas a área periférica do teto e não reduzirão a altura do ambiente”, ressalta.

13. Reserve o espaço adequado para circulação. Na entrada do apartamento e nos locais de passagem, é importante ter, no mínimo, de 80 a 85 cm livres para circulação. Ao redor da mesa de jantar, pode-se diminuir um pouco essa margem, se necessário, mas deixe um espaço de pelo menos 65 cm.


14. Priorize as mesas redondas. Eliminar as quinas favorece a sensação de amplitude do espaço. Por isso, se puder, opte por uma mesa de jantar redonda ou oval ao invés das quadradas ou retangulares.

15. Lembre-se de que os objetos de decoração contribuem para dar movimento ao espaço, mas também provocam uma poluição visual maior. Fique atento para usá-los na medida certa, sem exageros.

Fonte: Web Casas

sem comentários publicado em: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>