18 de outubro de 2013   Publicado por: Garante Araribóia

Alarmes individuais reforçam a segurança de apartamentos

Eles evitam que a falha nos sistemas de segurança geral do condomínio coloque em risco as unidades

Câmeras, sensores de presença e cercas elétricas são algumas das soluções tecnológicas utilizadas pelos condomínios para ampliar a segurança. No entanto, segundo o especialista em segurança Marcelo Lancelloti, da WL Segurança Eletrônica, a mão de obra é uma questão determinante para a boa segurança dos moradores.

“Os funcionários mal treinados ainda são um problema, o que torna a segurança falha mesmo com tantos equipamentos instalados pelo empreendimento. É importante que os funcionários que operam estes equipamentos tenham treinamento específico para evitar que o local fique vulnerável”, explica. Segundo estatísticas divulgadas no site da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, só neste ano foram registradas 241.311 mil ocorrências contra o patrimônio, sendo que em 2012 somou um total de 465.342 delitos.

Para evitar que a falha nos sistemas de segurança geral do condomínio coloque em risco as unidades, Lancelloti sugere a instalação de alarmes individuais. “É normal nos países de 1º mundo que a maioria dos apartamentos seja monitorada por alarmes e por isso o número de assaltos ou arrombamentos é bem menor”, avalia.

Ele explica que, ao detectar a invasão, o alarme individual dispara um sinal para uma central de monitoramento que toma os procedimentos de segurança.

Medidas simples que podem evitar assaltos:

  • Caso for viajar, teste o sistema de segurança interno, se houver; peça para que as correspondências sejam deixadas na portaria e suspenda a entrega de jornais e revistas
  • Não entregue as suas chaves a pessoas fora do círculo familiar e não as deixe na portaria
  • Não informe a data de retorno aos funcionários do condomínio
  • Avise algum vizinho sobre sua ausência. Ele poderá observar alguma irregularidade em sua residência
  • O zelador deve testar os alarmes e sistemas de segurança
  • Funcionários não devem dar informações a ninguém sobre quem está viajando e o período de ausência
  • É recomendado que o condômino acenda as luzes internas do veículo ou abaixe os vidros ao chegar. Isso facilita o reconhecimento do motorista, evitando a entrada de invasores, que poderiam ter tomado o controle do carro; também deve avisar sobre as visitas e entregas que vai receber; confirmar com exatidão na portaria (antes de descer) o assunto que se trata e a identificação correta da pessoa que está à sua espera
  • Quando for realizar festas, o condômino deve respeitar as regras do condomínio. Um vigia extra é recomendável, dependendo da proporção do evento

Guarita e garagem

A garagem é um dos pontos vulneráveis.  Pesquisa do Secovi e de empresas de vigilância mostra que 80% das invasões a condomínios ocorreram pela garagem nos últimos anos. Para o controle dessas áreas é necessário aparato eletrônico, sem esquecer das áreas comuns, muros e arredores.

Fonte: Metrô News

sem comentários publicado em: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>