25 de outubro de 2013   Publicado por: Garante Araribóia

A resistência dos aquecedores elétricos no tempo

É possível encontrar ainda em muitos condomínios os aquecedores de água, apesar da popularização dos chuveiros elétricos. Hoje, existem vários modelos, mas todos são sofisticados e contam com dispositivos de segurança

Mesmo com o advento dos chuveiros elétricos, ainda é muito comum a presença de aquecedores a gás natural. A diferença é que os modelos atuais são mais modernos e extremamente seguros, sendo que a maioria deles possui acendimento automático, termostato de segurança que desliga o aparelho em caso de superaquecimento e sensor de chama, que corta o gás no caso de ausência de chama. Além disso, não há nenhum risco de choque elétrico.

Os aquecedores a gás natural são, normalmente, instalados na área de serviço e podem atender a vários pontos de consumo na residência ou no comércio, desde que a rede hidráulica esteja interligada. Os aparelhos são modernos e extremamente seguros. Dentre as suas características, destacam-se uma maior vida útil que as resistências elétricas e a possibilidade de utilizar a água quente para outras dependências da residência, como cozinha e área de serviço.

Basicamente, existem 2 tipos de aquecedores: os de passagem e de acumulação. Nos primeiros, a água é aquecida no momento em que se abre uma torneira de água quente. Aquecedores de passagem são indicados quando se deseja aquecimento instantâneo de água, sem a necessidade de um reservatório de acumulação. Os tipos de aquecedores de passagem disponíveis no mercado são: aquecedor de exaustão natural, exaustão forçada e de fluxo balanceado.

Outros modelos

No aquecedor de exaustão natural, os gases provenientes da queima do gás saem pela chaminé naturalmente. É recomendado o uso deste tipo de equipamento em áreas de serviço, que permitem as adequações de ambiente exigidas na norma NBR 13103/06. Os aquecedores de exaustão forçada contam com um exaustor interno que força a saída dos gases provenientes da queima através da chaminé. É utilizado, geralmente, em áreas de serviço onde há restrições para atender as condições exigidas pela norma NBR 13103/06. Necessita de energia elétrica para funcionar. Em geral são equipamentos de maior potência.

O aquecedor de fluxo balanceado é o único tipo que pode ser utilizado dentro do banheiro, de acordo com as condições exigidas pela norma NBR 13103/06. Possui um duto que utiliza o ar do ambiente externo para a queima e outro que expele o produto da queima para o exterior, podendo este ser de exaustão natural ou forçada.

Nos aquecedores de acumulação, a água é aquecida previamente e fica armazenada em um reservatório. Aquecedores de acumulação são indicados quando houver necessidade de grandes volumes de água quente para uso simultâneo. Eles necessitam de espaço maior para sua instalação e possui um piloto que permanece aceso por 24 h/dia, para que o reservatório se mantenha aquecido.

Cuidados

As condições das instalações hidráulicas devem ser sempre analisadas principalmente das mantas utilizadas para isolamento térmico das tubulações. O isolamento térmico é o revestimento utilizado nas tubulações de água quente (cobre) e tem por finalidade manter a água da tubulação aquecida de uma utilização anterior. Pode ser de lã de vidro, cimento amianto ou polietileno expandido, sendo este último de fácil manuseio e mais eficiente. O isolamento correto proporcionará uma economia significativa no consumo de gás.

Não podem existir pontos de fuga de água quente, que fazem com que o aquecedor funcione constantemente (efeito termo-sifão). Isto ocorre em aquecedores de acumulação, quando a água quente, que é menos densa que a água fria, retorna pela tubulação de alimentação chegando a aquecer a caixa d`água. Este fenômeno, também conhecido como convecção, ocasiona o aumento do consumo de gás natural, pois estará aquecendo todo o volume da caixa d`água desnecessariamente.

Fonte: Jornal do Síndico

sem comentários publicado em: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>