19 de julho de 2012   Publicado por: Garante Araribóia

A redução no ritmo das obras residenciais

Construção pesada absorverá mais mão de obra

Com a desaceleração no segmento da construção residencial, em que as empresas do setor se concentram na entrega de obras iniciadas e não em lançamentos, a área de construção civil pesada deve demandar mais mão de obra qualificada, afirmou Priscila Oliveira, sócia da Search Consultoria em Recursos Humanos, empresa especializada no recrutamento de executivos. A consultora informou que, segundo dados do Ipea, a demanda por pessoal para a construção civil deve aumentar de 2,5% a 5,5% em 2012, em relação ao ano passado. Os profissionais mais procurados são pedreiros, carpinteiros, serventes, além de engenheiros. “Se comparado a outros países, porém, o mercado brasileiro apresenta um grande déficit de engenheiros por número de habitantes. Nos Estados Unidos e no Japão, para cada grupo de mil pessoas há 26 profissionais da área, sendo que no Brasil são apenas seis”, afirmou Priscila Oliveira.

Para ela, a causa desse cenário foi a instabilidade financeira do País, no início dos anos 80, que reduziu a demanda por profissionais do segmento. “Além disso, grande parte dos engenheiros acabou deslocada para outras áreas, onde a remuneração é mais atraente, como o mercado financeiro. Com a retomada econômica, a profissão voltou a ser uma das mais requisitadas”, disse. Segundo a profissional, essa carência de mão de obra atinge principalmente duas regiões do País: “o Centro-Oeste, devido à concorrência com a carreira pública, e o Nordeste, em razão da falta de qualificação”, afirmou Priscila.

Para suprir essa defasagem, segundo a consultora, as empresas do setor estão se movimentando. “Entre as principais iniciativas, podemos citar a capacitação de mestres de obra para que se tornem empreiteiros, a contratação de estrangeiros, a retenção de profissionais em vias de se aposentar e até mesmo o estímulo aos já aposentados para que voltem ao trabalho, para reduzir o problema da falta de experiência”, concluiu a sócia da consultoria de RH.

 

Fonte: Folha do Condomínio

sem comentários publicado em: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>