31 de maio de 2013   Publicado por: Garante Araribóia

A importância de uma participação bem orientada e inteligente

Sempre que os condôminos são convocados para uma Assembléia, ali se renova a oportunidade de darem a prova do seu amadurecimento político-comunitário.

Nesse momento é imprescindível que se compreenda o sentido exato do termo “participação em Assembléia”. Antes de tudo devem os condôminos tomar conhecimento do temário de convocação. Procurar as pessoas mais experimentadas, que já participaram de outros encontros, para os esclarecimentos que se tornarem necessário à interpretação de cada problema, evita indagações inconseqüentes em momentos inoportunos, no decorrer dos trabalhos. Cabe, a cada participante, o dever de conhecer os tópicos elementares da Convenção do Condomínio sem o que é preferível permanecer como ouvinte. Não tendo tempo de identificar-se com esse texto, seria de bom tom obter esclarecimentos entre os mais experientes. A lideranças são importantes nessas ocasiões. Sendo síndico, Sub-Síndico, Conselheiro ou colaborador, esses elementos têm alta responsabilidade e, sobretudo, visão dos problemas que às vezes parecem diferentes para aqueles que não estejam integrados no assunto. Por isso, deve-se apoiar um determinado líder formando um grupo maior, evitando opiniões de várias matizes. Com opinião firmada e soluções em perspectiva, deve-se partir para a boa escuta da fala dos mesários.

Para quem não é líder de um grupo, recomendamos se deixar liderar pelo agrupamento que parece mais consentâneo com sua opinião pessoal. Evitar pronunciamentos extras. Aceitar apenas ou não. Deixar que os líderes exponham os fatos. Temos observado, ao longo do tempo de nossas atividades profissionais, falhas e tumultos, face a falta de orientação dos caros condôminos. É necessário se ter a máxima cautela na hora das decisões para evitar que o calor da refrega venha a comprometer idéias valiosas, pensamentos sólidos, decisões que realmente beneficiem. Como normalmente caberá a todos uma parcela de responsabilidade financeira no que poderá acontecer de bom ou mal, é importante medir bem as decisões, olhando sempre os fatos com boa dose de tolerância. Dentro desse padrão de comportamento, será possível um andamento rápido e proveitoso da Assembléia, o que, certamente, trará soluções esperançosas para o futuro do condomínio. Por outro lado, torna-se imprescindível que se deixe à margem divergências de caráter pessoal. As posições radicais sempre prejudicam quaisquer negociações causando tumultos.

A história universal tem provado através dos tempos que a agitação nada constrói. É por intermédio de diálogos inteligentes que se amadurece as melhores idéias, que se acimentam os mais difíceis ideais. É importante procurar dar exemplo de compreensão comunitária, provando o estágio que já conseguiram galgar. Seríssimas conseqüências poderão advir de atitudes irrefletidas, e sem conteúdo fundamentado em fatos reais.

Fonte: Jornal do Síndico

sem comentários publicado em: Notícias
Não há palavras-chave associadas com este artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>